Pages

domingo, 23 de agosto de 2009

Inaugurando "Monólogo da Eli"

Sejam bem-vindos! amigos, inimigos, conhecidos, desconhecidos... estou inaugurando Monólogo da Eli. Inauguro aqui da forma que eu mais gosto, tomando meu café e escrevendo na net...
Vamos aos porques...Monólogo? bem... hoje a tarde eu perdi um Blog que eu tinha, porque achei que podia e sabia tudo de html... rs... na verdade, não sei NADA! Siiim... eu mesma me engano... perdi o blog e passei o meu sábado pensando em fazer outro, mas algo diferente, onde eu tenha mais liberdade de expressão, que não fique presa, focada apenas a um determinado assunto. Enfim, estava eu escrevendo hoje a tarde numa comunidade do orkut e percebi que escrevia, respondia, estava super animada num monólogo louco!! e ai deu um insight... Monólogo... da Lady Samantha? sou uma grande fã de Elton John, mas como tenho o blog ELTON JOHN FOREVER!!! pensei... Lady Samantha=Elton John, pra quem não sabe Lady Samantha é uma música que eu gosto muito... e sendo assim pensei, repensei e como na realidade não existe tantas complicações assim... por que não Monólogo da Eli? Eli, lógico, sou eu.. Monólogo? bem... não sabemos se tantos Blogs por ai, não deixam de ser um Monólogo de autor, para Blog, de Blog para autor .. rs um grande caso de amor! Não me levem a mal... rs... amo a net, blogs e todos os blá, blá, blás que existem por ai... inclusive o meu! Aqui vou escrever tudo que achar interessante... notícias, eventos, poesias (minhas!), entretenimento... acho que vou curtir meu Monólogo com todos doidos pela net por ai. Enfim... estou inaugurando "Monólogo da Eli"´.
PS: acabou meu café.. vou embora agora...
Abraços, beijos...
Eli

Um blog onde se fala de tudo...

Meu outro Blog

Meu outro Blog
Conexão Mística

Curta a minha página ELTON JOHN FOREVER!!! no Facebook

Discordância sexual ou diversidade emocional?

Discordância sexual ou diversidade emocional?
Não necessariamente nesta ordem...

Minha verdade

Photobucket O veneno da minha verdade... escorre pela minha alma como um ácido... me fazendo prisioneira dos meus sentimentos... das suas verdades... morrendo a cada dia pela incerteza de uma salvação... O veneno da minha verdade escorrendo... sempre... sempre... Dor infinita... no meu coração! Eli