Pages

domingo, 3 de julho de 2011

Eu, nós e a rosa

Olá navegantes... hoje eu fiquei aqui pensando no que vou postar, não queria parecer um tanto obscura, nem tanto feliz... digamos que estou aparentemente na atmosfera de domingo. Assim meio cinzento, mas nem tanto, curtindo minhas músicas não tão alegres, mas nem tanto, assim meio com vontade de sair... mas com aquela vontade de ficar... pois é... olá! hoje estou assim... nem tanto pra lá, nem tanto pra cá...
Passei a noite pensando no meu quarto, ensimesmada totalmente... e necessitava e talvez esteja um tantinho assim ainda!
E nesse momento fechada em minha casca necessária para sobrevivência escrevi algo que vou dividir com vocês:
imagem do meu álbum picasa

- "É importante saber quando devemos descer na estrada que escolhemos percorrer
Ter discernimento mais focado na razão, mesmo que seu coração esteja soterrado pelas lágrimas de sua emoção
Talvez isso seja uma forma de guardar nossos sentimentos
De reter nossos momentos qualificados como emocionais
Envoltos pela aspereza de nosso manto da sobrevivência.
Para toda uma ação, existe uma transformação
E guardar nossas emoções mais puras, mais doces no instante de seu desabrochar,
É uma espécie de violência contra nós mesmos...
Mas muitas vezes é necessário o resgate...
Como se fosse a sobrevivência de uma rosa desabrochando com toda sua resplandescência...
e assim sua beleza natural,  permanecerá com a formosura e vivacidade em sua cor... em suas pétalas....
Vivendo numa sintonia incomparável  a uma rosa destruída e mutilada pelos homens que fazem isso erroneamente,  na intenção de ter mais tempo de vida...
E assim, mutilam, congelam suas pétalas que são consideradas excessivas (abertas)
E deixam aos olhos das pessoas uma imagem superficial...
Achando que a rosa existe em sua plenitude
Quando na verdade,  existe um botão que não terá força suficiente para desabrochar e viver como uma rosa.
Fazemos muitas vezes isso em nossas vidas...
Nos dessecando,  nos mutilando...
 para que possamos sobreviver numa pseudo-vida...
Parecendo assim ficar mais fácil, quando na verdade passou metade de nossas vidas
com uma realidade inventada."- (por Eliane de Carvalho)

  kisses...bye...bye

Eli


Um blog onde se fala de tudo...

Meu outro Blog

Meu outro Blog
Conexão Mística

Curta a minha página ELTON JOHN FOREVER!!! no Facebook

Discordância sexual ou diversidade emocional?

Discordância sexual ou diversidade emocional?
Não necessariamente nesta ordem...

Minha verdade

Photobucket O veneno da minha verdade... escorre pela minha alma como um ácido... me fazendo prisioneira dos meus sentimentos... das suas verdades... morrendo a cada dia pela incerteza de uma salvação... O veneno da minha verdade escorrendo... sempre... sempre... Dor infinita... no meu coração! Eli