Pages

sábado, 25 de maio de 2013

Eu viciada em jogo?.... SIM!

 Nunca fui de video game, na verdade nunca tive e desde que comecei a namorar a quase 3 anos,  meu namorado me presenteou com  vídeo game e assim eu me entusiasmei e resumidamente falando... estou apaixonada por alguns tipos de jogos! Sei que posso ter críticas negativas por conta disso, pelo fato que não sou tão jovem assim rs para curtir isso... mas não to nem ai com nada disso! E tenho um espírito jovem, curto mesmo...e hoje vim neste post para falar exclusivamente de um jogo que realmente me pegou e amei! É a nova versão de Tomb Raider, foto acima. 
Não tenho muita base para discorrer muito sobre, mas fiquei extremamente entretida com a personagem, com a história, com os movimentos dela também no jogo, a realidade quase humana nessa personagem. A gente sofre junto, a gente mata rs, passa por cima de tudo nesse jogo e cheguei a final do jogo e muito feliz por essa primeira experiência num jogo tão incrível, tão fantástico como Tomb Raider. 
Estou a procura de algum jogo semelhante a ele, mas a autenticidade dele,  para mim é incomparável! Comecei a agora a jogar 
Uncharted
Comecei esses dias, porque li que é semelhante a realidade crua de Tomb Raider. É bem legal também, mas não tem como comparar... mas é mais um desafio que estou curtindo e vou até o fim. Depois de Tomb Raider parece até que fica mais fácil lidar com o personagem que aqui no caso é masculino, um arqueólogo... Para quem gosta desse estilo que eu to comentando e ainda não conhece, tenha acesso a ele porque vai curtir sim. Li que é uma trilogia, estou no primeiro e dizem que o segundo é um jogaço... então enquanto não aparecer mais uma versão atual de Tomb Raider, estou aqui entre pistas de corrida, Guitar Hero, Uncharted,... etc.. etc...

Kisses... bye ... bye

Eli

Resposta de uma vida

Hoje, sábado, estou aqui em casa, não foi possível ver a pessoa que eu gosto...e ai em meio os meus pensamentos, sozinha aqui no meu quarto, comecei a refletir na vida, na verdade recomeço a refletir a importância de uma vida, sem mágoas, sem maus pensamentos, apenas a vida e seu significado, sem cobranças, desconfianças sem motivos.... Olhar a vida através do prisma de outra pessoa, compreendendo suas limitações, sua complexidade infinita dentro do todo que nos remete ao dia a dia... sem cair na contradição, no lado negativo que as vezes nos embala, nos seduz sem que possamos nos defender e perceber.
Hoje, sábado... o sol ilumina calmamente minhas mãos enquanto escrevo esse texto, me aquecendo e elevando meus sentimentos a um patamar de paz, de compreensão, equilíbrio... que a vida reluz neste momento.
Escrevo através de sons, pensamentos, recordações doces... e posso afirmar e admito para mim que essa é a luz da maturidade, sem ansiedade, sem agitação, apenas serenidade, que envolve o ambiente, meu coração....
Hoje, sábado.... eu conduzo minha vida de forma serena, envolvida comigo, meus objetos, eu.... eu... e Deus! Não existe mistério no processo da vida, na maturidade... no desenvolvimento espiritual, de uma alma encarnada no corpo de uma mulher....
Minha compreensão não se limita em dar e receber.... A vida em si é a personificação do amor que podemos deixar aflorar e permitir que se desenvolva e assim garanto a todos que conseguimos olhar e sentir o significado da vida.... do amor que Deus concede em nossas vidas....a cada dia, a cada momento...


kisses... bye... bye

Eli

domingo, 5 de maio de 2013

Revele-se


A luz dos seus olhos
revela a essência da sua alma
a expressão do seu sorriso
libera o amor contido
pelo medo de lidar
com o desconhecido...
A luz faz parte de
cada um de nós...
Somos, carne, sangue
luz e amor!
Revele-se...

Eli

Um blog onde se fala de tudo...

Meu outro Blog

Meu outro Blog
Conexão Mística

Curta a minha página ELTON JOHN FOREVER!!! no Facebook

Discordância sexual ou diversidade emocional?

Discordância sexual ou diversidade emocional?
Não necessariamente nesta ordem...

Minha verdade

Photobucket O veneno da minha verdade... escorre pela minha alma como um ácido... me fazendo prisioneira dos meus sentimentos... das suas verdades... morrendo a cada dia pela incerteza de uma salvação... O veneno da minha verdade escorrendo... sempre... sempre... Dor infinita... no meu coração! Eli