Pages

sábado, 26 de maio de 2012

O dilema da pipoca doce


Até que enfim chegou o sábado, ufa.... final de semana sempre é bem-vindo! Dormi durante quase 12 horas... foi bastante, mas necessitava esse descanso. Por fim sai hoje a tarde para me encontrar com o meu namorado digamos que leve, andando com mais facilidade, mais rápido! Nossa isso será porque estou ficando velha? não .... estou cansada mesmo! Não foi uma semana fácil... mas o que tem isso tudo a ver com essa pipoca doce? ok eu digo.... nada a ver...rs... mas como sempre necessito fazer um relato.
Estava, hoje a noite voltando da casa de meu namorado, extremamente bem, assim de boa mesmo e saboreando uma pipoca doce que ele comprou para mim. Fazia muito tempo que não comia pipoca doce e feita pelos pipoqueiros são bem melhores... Pode até ser que seja psicológico o fato de ser do pipoqueiro a melhor... mas é diferente, não tem como! eu pelo menos acho.
Mas enfim, estou eu saboreando minha pipoca sentada no metrô e sentou ao meu lado uma criança... e olhava... olhava... olhava... eu fiquei pensando.. e agora? sei que você leitor(a) deve pensar.... a Eli deu a pipoca para a criança....  mas gente... a MINHA criança interior no dia de hoje estava extremamente e esta ainda extremamente latente e naquele momento gulosa pra caramba e egoísta também. Poxa, sei que não é certo, mas não estava afim de dar minha pipoca, não estava afim de oferecer porque senão ia ter que rolar um lance de sociabilidade que não estava afim. Isso não é certo? aahh sei lá... talvez seja, talvez não seja, mas confesso que me deixa com um pouco de peso de consciência... mas aquele momento era eu e uma pipoca dos Deuses!!!! sei que estou sendo mesquinha, egoísta.... sei... estou aqui confessando, liberando isso... não costumo fazer assim... mas fiz o que tive vontade. 
E a situação estava cada vez pior, porque como se não bastasse essa menina... um pai sentou com sua filha nenem  na minha frente e lógico que os olhos da nenem foram direto na pipoca doce.... isso me incomodou muito... mas essa agora era nenem e como ela ia comer pipoca?  nenem come pipoca? rsrs eu  realmente não sei....rs...  E ai eu pensei....não ofereci para a menina do lado, agora a nenem na minha frente e assim como não sabia se a nenem comia ou não... eu fechei o saquinho da pipoca... e assim acabou tudo, inclusive minha curtição, minha criança interior ficou brava e foi-se...rsrs 
Como saber o que é certo ou não? as vezes eu não sei... acho que deveria ter sido simpática e tal... mas não fui, não sou ou não estava afim.... Bem... agora vocês me dão licencinha.... porque tem uns beijinhos me esperando e não vou mais resistir...rs

Kisses... bye... bye... crianças!!!

Eli

domingo, 20 de maio de 2012

Donna Summer


Inacreditavelmente perdemos Donna Summer! Inesperadamente... e assim mais uma estrela de grande brilho se apagou na terra! 
Donna Summer embalou nossas vidas ao som de suas incríveis músicas discos e com uma voz de dar inveja, de deixar qualquer um boqueaberto... que voz!
Eu sou uma fã de Donna Summer, posso dizer que ela fez parte de uma passagem mágica de minha vida, isso no final dos anos 70, início dos anos 80. Posso afirmar categoricamente que não existia UMA SÓ PESSOA que ficasse sentada ao som da voz, da música de Donna! Tudo se transformava, era incrível, é uma saudade eterna de minha vida.... Quem é de São Paulo, tem seus 40 e poucos anos, teve oportunidade de ir na discoteca Aquarius, no bairro da Bela Vista, nos áureos tempos... e Donna Summer fazia parte de nossas vidas... a abertura era ao som dela.... e isso fazia toda a diferença!
Donna Summer não era apenas uma cantora disco, sua voz era tão potente, tão fantástica que qualquer música que ela cantasse seria e foi inesquecível!
Hoje, os mais novos gostam, conhecem, mas não viveram exatamente o que eu e algumas pessoas vivemos ao som dela no auge de sua carreira... era demais!!
O mundo perdeu uma estrela, uma Diva de maior grandeza na música, os sonhadores, os amantes, os apaixonados em todos os sentidos sentirão saudades dessa Diva! Me sinto privilegiada por ter visto seu show em 2009 aqui em São Paulo... e isso levarei para sempre com respeito, saudade e orgulho!
Perdemos uma Diva, uma grande estrela e o céu ficou mais iluminado com a sua luz e sua força! 
Saudade eterna de uma fã...

Eliane

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Bons pensamentos sempre!


Acredite no seu poder...

Acredite na magia da vida...

A vida nos retorna de acordo com a nossa necessidade

de acordo com o que focamos em nossos pensamentos....

Gere alegria, bons pensamentos...

Idealize, sinta o que você quer...

Visualize o seu desejo como se já estivesse acontecendo...

O sentir no presente...

Traga essa energia ao seu presente,...

Assim o universo trará essas boas energias até você...

Seja feliz!

Ame e se ame!


Eli


sábado, 12 de maio de 2012

Relacionamentos... são amores ou paixões?


Hello World!!! Estou agora pensando sobre amor, paixão, relacionamento.... acabei de ler um texto sobre a definição, indireta, de uma pessoa que vive só e não somente só... mas triste! E sendo assim, comecei a refletir sobre nossos sentimentos, relacionamentos, o que é bom ou ruim? O que é considerado definitivamente um sonho, felicidade para uma pessoa? 
Isso tudo depende muito da vivência de cada um, do que VOCÊ quer viver na sua vida! Se você decidiu viver um amor, com certeza você encontrará esse amor e ele se transformará com o tempo e nascerá um relacionamento, uma convivência de forma sincera, aberta e como vocês irão moldar. Isso é um relacionamento saudável... 
Mas se você decidiu viver uma paixão arrebatadora... espere, porque ela virá... e será arrebatadora... e transformará radicalmente tudo em sua volta e dentro de você. Já vivi uma grande paixão, lá pelos meus 20 anos...e confundimos com amor, mas pode-se dizer que é um amor exagerado, extrapolador... é fantástico viver isso, mas acaba...e machuca muito nossa alma.
Existem casos e casos.... entendo... existem paixões que deram certo e se transformaram em amor e um bom relacionamento... existem amores que deram certo e se transformaram num relacionamento.
O fato é que se você não compreender que seu/sua companheiro/a é um ser com defeitos e qualidades, assim como você e que existem defeitos que não será possível reverter... então sente, encoste ou deite na cama e espere o príncipe chegar ou a princesa perder o sapatinho de cristal... e assim a vida passará e quando se der conta, o tempo passou demais.
Eu penso e sinto dessa forma, eu vivo um relacionamento, posso dizer assim, com respeito dos limites de cada um e assim se vive um amor/relacionamento e vice-versa. Não sou a dona da verdade....certo? mas pensem um pouco nisso...

kisses... bye.... bye

Eli


terça-feira, 1 de maio de 2012

Eu voltei!

Estou por aqui... indo na estrada da vida, caminhando entre lágrimas e risos. Pois é, não esqueci do meu Blog não, não deixei o meu espaço... apenas parei um tempo, por imposição da própria vida! 
Lógico que não é nada que possa ser tão diferente do que acontece na vida das pessoas, mas situações, momentos, estilos de vida faz com que a gente mude o foco, mude o caminho, tente caminhar diferente até que as coisas comecem a se equilibrar... mais ou menos assim.
Então, estou na trilha da vida, no caminho que minha alma escolheu... mas só agora consegui, pude ter consciência dessa realidade de forma tranquila, madura, esperançosa.
Ok... então chega de nhem nhem nhem... e sigamos juntos...de coração aberto, felizes e sempre... sempre visando o bem, pensando no bem. 
Bem.... só pra não perder o costume...

kisses... bye... bye....

Eli

Um blog onde se fala de tudo...

Meu outro Blog

Meu outro Blog
Conexão Mística

Curta a minha página ELTON JOHN FOREVER!!! no Facebook

Discordância sexual ou diversidade emocional?

Discordância sexual ou diversidade emocional?
Não necessariamente nesta ordem...

Minha verdade

Photobucket O veneno da minha verdade... escorre pela minha alma como um ácido... me fazendo prisioneira dos meus sentimentos... das suas verdades... morrendo a cada dia pela incerteza de uma salvação... O veneno da minha verdade escorrendo... sempre... sempre... Dor infinita... no meu coração! Eli