Pages

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Fora ou dentro dos padrões?

Durante toda minha vida sempre fugi de tudo que era muito padronizado, conservador, social.

Essa minha negação a isso tudo só me fez caminhar mais ao encontro disso... por exemplo não posso usar jeans onde trabalho, tenho que me manter dentro dos padrões especificados dentro da sociedade para poder sobreviver.

Não estou negando isso tudo totalmente, porque também nem posso... mas o meu estilo de ser, é diferente! Gosto e me sinto feliz e bem com a beleza diferenciada.

Sei que esse meu jeito de ser, de sentir tem que ser e é camuflado pelo social mais ou menos certinho porque se olhar bem para mim verá e sentirá uma energia um pouco atípica do tradicional... digamos voltada ao estiloso, sim é assim que sinto e vejo e gostaria que minha vida fosse vivida, de forma estilosa, fora da rotina, longe de padrões muito certinhos.

A gente aprende a conviver e ser algo que é induzido pela necessidade de sobrevivência... infelizmente!

Não estou dizendo ser infeliz com isso... não... a gente se acostuma... mas isso não quer dizer que tenhamos que ser 24 horas o que é exigido pela caretice social... Sou o que sou... e minha essência ninguem muda! E me sinto e me vejo como uma pessoa eclética!

Nem vou escrever mais sobre isso pois tenho certeza que muita gente não entende, serei mal interpretada, como já aconteceu algumas vezes em minha vida! O ser humano, alem de ser complexo, é muito ignorante também... isso alguns! E já dizia Raul Seixas:

- Viva... viva... viva a sociedade alternativa!!! rs

Talvez por um outro angulo esse verso sirva neste caso!



kisses... bye... bye...
 
Eli

Um blog onde se fala de tudo...

Meu outro Blog

Meu outro Blog
Conexão Mística

Curta a minha página ELTON JOHN FOREVER!!! no Facebook

Discordância sexual ou diversidade emocional?

Discordância sexual ou diversidade emocional?
Não necessariamente nesta ordem...

Minha verdade

Photobucket O veneno da minha verdade... escorre pela minha alma como um ácido... me fazendo prisioneira dos meus sentimentos... das suas verdades... morrendo a cada dia pela incerteza de uma salvação... O veneno da minha verdade escorrendo... sempre... sempre... Dor infinita... no meu coração! Eli