Pages

domingo, 26 de setembro de 2010

Sei lá!

Eu fico me perguntando por que tem que ser assim? eu estava esses dias me sentindo assim sabe.. sei lá! rsrs uma sensação de tudo e nada...rs de poder, com chatice.... tanto que leio as coisas que eu escrevo nessas ocasiões Tpmianas..rs e me pergunto... por que tem que ser assim? rs Quantas relações são destruídas por conta desse assim sabe.. sei lá!! rs quantas amizades são detonadas... por tantos anos... é verdade.
Hoje, sábado, bem... já é domingo.. mas como sou corujona, vou dormir lá pelas 4 pra mais, mas voltando ao que eu quero falar, então hoje eu sei porque estava me sentindo assim sabe... sei lá! To legal, apesar de estar aqui em casa... tava muito afim de sair, mas passei um sábado legal, conversando, rindo aqui em casa... INFERNO DE TODA MULHER - TPM
MEDO DE TODOS OS HOMENS - MULHER COM TPM rsrs
E tenham...rs...uma mulher com TPM é capaz de coisas assim sabe... sei lá! rsrs... 
Sei que esse texto está ridículo, não tenho receio do ridículo, porque já escrevi um monte deles... Mas esses dias ouvi muito o Guilherme Arantes... foi uma compulsão que era inevitável!! Começo falar me da vontade de ouvir rs... mas esse "sei lá" ficou na minha cabeça por conta da música Cheia de Charme... lembram?
Tão ao meu alcance... tão distante... tão real...tão bom perfume...sei láááááá rsrsrs
Esse sei lááá.. não sai mais da minha cabeça...rs mas o que tem isso tudo a ver?
aah sei lááááá rsrsrs
Vou terminar esse post kkkk to me sentindo assim sabe... sei lááá!!

Eli

Um blog onde se fala de tudo...

Meu outro Blog

Meu outro Blog
Conexão Mística

Curta a minha página ELTON JOHN FOREVER!!! no Facebook

Discordância sexual ou diversidade emocional?

Discordância sexual ou diversidade emocional?
Não necessariamente nesta ordem...

Minha verdade

Photobucket O veneno da minha verdade... escorre pela minha alma como um ácido... me fazendo prisioneira dos meus sentimentos... das suas verdades... morrendo a cada dia pela incerteza de uma salvação... O veneno da minha verdade escorrendo... sempre... sempre... Dor infinita... no meu coração! Eli