Pages

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Para meus amigos...com carinho!

Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos...

Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido... Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre...

Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe... nos e-mails trocados...

Podemos nos telefonar... conversar algumas bobagens. Aí os dias vão passar... meses... anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo...

Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão: Quem são aquelas pessoas? Diremos que eram nossos amigos. E... isso vai doer tanto!!! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida!

A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... Quando o nosso grupo estiver incompleto... nos reuniremos para um último adeus de um amigo. E entre lágrima nos abraçaremos...

Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado... E nos perderemos no tempo...

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores... mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!!!

Vinícius de Moraes

Deixo aqui através das palavras de Vinícius de Moraes, o meu sentimento, a alegria que sinto quando estou com todos os meus amigos e a dor que sinto quando minhas atitudes são mal interpretadas. Acho que os grandes momentos devem ser preservados e valorizados sempre... pois a vida passa rápido, muito mais rápido do que a gente imagina... por isso procuro sempre não deixar as coisas para amanhã, pois amanhã não sabemos se estaremos aqui ou não...

Um beijo a todos

Eliane

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Catarse

Dentro da ilusão do tempo,
Passo minhas horas,
Em torno de sons,
cores, rostos, olhos
de pessoas interessantes...
diferentes aos olhos da normalidade...
Através da ilusão das horas,
Continuo a escrever o que sinto...
escrever o que na realidade no momento em meu coração
parece ser verdadeiro...
Através da ilusão do passar do tempo,
Faço quase todos os dias
através da escrita
Uma catarse do que vivo...
Talvez seja uma catarse de mim mesma,
Talvez seja uma catarse de você,
Talvez seja um pedido de socorro,
Talvez seja amor...
Talvez seja poesia...
Cada instante dentro da escuridão dos meus olhos
Vivo uma realidade de mim...
Do que ouço, do que sinto...
dos meus sonhos...
do sou...
do que fui...
do que serei...

ELI

Passado desconexo

Lembranças de nossas vidas...
 Saudades de um tempo perdido num passado distante...
Quase inexistente dentro da minha realidade...
Lembranças de uma vida...
Vidas passadas....
Tão reais e surreais...
 Tão presentes...
tão distantes...

Eli

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Faça amor... não faça guerra

Faça amor... não faça guerra!
A guerra maltrata, machuca, magoa...
A guerra é traiçoeira...e o sofrimento é de todos!
Faça amor... não faça guerra!
O amor transforma... eleva... dignifica...
O amor é a resposta para toda resposta...
para todas as pessoas...
para todas as situações...
Amor é sintonia com a paz... harmonia... felicidade!
Faça amor... não faça guerra!
A vida é curta...
E nenhum sentimento menor deve ser alimentado...
Faça amor... beije... abraçe... e sorria sempre!

Eli

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Desabafo

2009 foi um ano perfeito! para mim foi... posso dizer que tive somente 30 dias preocupantes... foi quando fiquei desempregada... de resto, foi ótimo!
2010 já iniciou com um ranso, algo que não estava legal, mas a gente faz de conta, passa por cima, veste a máscara, o nariz de palhaço quando é preciso e segue em frente... posso afirmar que é exatamente isso que estou fazendo neste momento. Começou 2010 meio estranho, foi caminhando capengando, profissionalmente poderia estar melhor, saúde não muito boa, família com problemas, meu irmão com problema de saúde e ainda levei uma punhalada, digo no emocional, com uma amizade que amo tanto!
E assim to seguindo, meio pra cá, meio pra lá, caindo, levantando, chorando e tirando da bolsa o nariz de palhaço para trabalhar e conversar com desconhecidos.... Não ta fácil, mas a cada dia sei que vou ter mais e mais força, sou uma guerreira, eu caminho para a vitória sempre.... não caminho para trás. Não sei lidar com desprezo, com mágoas.... mas já passei por tantas situações em minha vida... que se eu retroceder no tempo e recordar... deveria ganhar medalha de ouro... isso MEDALHA DE OURO para mim!
E mesmo assim... não sou rancorosa, sou uma pessoa do bem...  perdoei meu pai pelas suas fraquezas, sofri tanto na ocasião, mas ele já se foi... hoje eu perdôo e entendo e o amo tanto... o meu pai faz tanta falta na minha vida, para um bom conselho, um abraço carinhoso de pai, sinto tanta falta .... e sei que metade do que passo não aconteceria se meu pai estivesse vivo, pois ele me defendia sempre! Sei que ele tem me ouvido nas preces, ele tem olhado por mim, pela minha família... e tenho certeza que essa força que caminha dentro de minha alma, vem dele... e um dia ainda vamos nos encontrar!
É ... hoje ainda não estou feliz, não estou bem como gostaria... mas sei que amanhã estarei melhor e assim venço em minha vida... nas situações que estiverem por vir boas ou ruins... a vida é mesmo assim! E das fraquezas que eu senti e lamentei... todas só se transformaram em força, amor próprio e bem estar com a vida.

Eli

Meu aniversário!

Dia 18 de fevereiro foi meu aniversário...bem, não havia dormido bem na noite anterior, mas não porque sai nem nada... porque não estava tão bem para um aniversário. Acordei pensando como eu faria para melhorar minha cara mais que amassada... ok... dei um pequeno jeito... sai  e tive que ir trabalhar, não tem como... preciso, é minha vida e ninguém vive sem trabalho também. Peguei o metrô fui andando e pensando que esse é o terceiro ano consecutivo que fico triste no meu aniversário, que algo acontece, que me fazem chorar.... não quero mais isso sabe... são situações diversas... a cada ano... e esse não foi diferente, virou trauma rs. Eu pensando tudo isso preocupada como ia encarar os abraços, beijos, parabéns.... e assim cheguei no meu trabalho e fui recebida com tanto carinho por todos... sem exceção que me deu um UP maravilhoso... mesmo assim tava difícil... encarei o dia bravamente... e as 16:00 horas pensei...e agora? pois é...vão cantar parabéns pra mim e eu vou desabar totalmente... mas sabe para meu espanto... me chamaram, ganhei um bolo, refrigerante, um cartão lindo com carinho de todos... cantaram parabéns e ainda apaguei velinha rs... e poxa... foi ÓTIMO!!! foi um momento de uma energia tão boa, tão doce e eu fiquei firme e forte amando aquilo sabe.... E fui para minha casa, ri, chorei, chorei, ri...rs recebi vários telefonemas.... e consegui passar mais um aniversário... não tão feliz como pensei que seria.... mas com o carinho de pessoas que jamais imaginei! Agradeço a todos pelo carinho, aos meus amigos que me amam...valeu! obrigada mesmo! Hoje paro por aqui... volto amanhã ou depois....

kisses...bye... bye

Eli

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Delegado da Mangueira, minha escola de coração!

Chegou o carnaval mais um ano! Confesso que não sou uma pessoa que curte carnaval, que sai por ai em festas e tal... sou caseira e curto ver algumas escolas de samba pela TV, as do Rio de Janeiro principalmente. As daqui de São Paulo estão lindas, parabéns a todos mesmo... ontem assisti a Imperador do Ipiranga eu adorei, foi simples, mas chic, organizada e encantadora... realmente adorei!
Falando de Carnaval eu lembro sempre do Delegado da Mangueira e da linda e minha preferida do Rio de Janeiro, Mangueira. Por que eu lembro dele? quando eu criança, não tinha carnaval aqui em São Paulo como está agora e a Mangueira, foi convidada para fazer uma apresentação no Estádio do Pacaembu e eu fui muito pequena ainda com os meus pais... Nunca mais esqueci da gentileza, humildade e  carinho do Mestre Delegado, ele simplesmente arrancou de sua linda fantasia um broche com as cores da Mangueira, verde e rosa e deu para mim! Aquela atitude jamais esqueci, assim como minha mãe também não... porque vamos considerar que ele arrancou um broche da sua fantasia que era da escola da sua vida.... ah isso não é atitude de uma pessoa qualquer, mas de alguém com a bondade, hombridade e humildade dentro do seu coração, de sua alma!
Deixo nas minhas palavras o meu carinho, meu respeito ao Delegado da Mangueira! O maior mestre salas que  já conheci! 

kisses... bye... bye

Eli

PS: Aproveito para pedir desculpas pelo tratamento que foi dado naquela ocasião a Escola Mangueira, não sei quem era o Prefeito de São Paulo na ocasião, só sei que nós nunca esquecemos que deram uma feijoada aos participantes mas sem talheres.... simplesmente deram a comida... e eles reclamavam que não tinham talheres....Eu sinto muito, me envergonho por isto ter acontecido aqui em São Paulo, acredito que nos dias de hoje isso não aconteceria mais... mas de qualquer maneira...peço desculpas humildemente, nunca é tarde!

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Dança do Ventre.. é agora ou nunca!

Aahh acho que dessa vez... eu vou mesmo fazer Dança do Ventre!! Existe algo na minha essência, pode-se dizer assim, que sente uma ligação pra lá de intensa com o Egito, música árabe, dança do ventre, eu simplesmente sou fascinada mesmo. Não sou uma entendida na história, mas algo me fascina de tal forma que me sinto encantada... Hoje fui andar pelo meu bairro e peguei um jornal que é direcionado ao bairro que eu moro. E vi uma nota sobre dança do ventre, num local próximo ao meu trabalho... e tudo se encaixou... Bem... já me sinto na dança do ventre rsrsrs... roupa já tenho rsrs... enviei um email e aguardo um contato LOGO por favor!! rsrs  vai ser um sonho realizado.. é isso ai... to afim e feliz! Por hoje é só pessoal rs... pelo menos por enquanto... fui..rs

kisses.. bye.. bye

Eli

Desabafo total

Você já teve a sensação de que você é platéia da sua própria vida? Eu tenho essa sensação que não sou nem atriz coadjuvante em muitas cenas de minha vida... e assim sinto que olho ela passar pela janela, as casas envelhecendo, prédios sendo contruídos, carros modernizados... mas e eu? me vejo no mesmo lugar, tentando mudar os objetos de lugar para salvar a minha sanidade...
Não estou mal não... mas como sempre estava refletindo sobre minha vida e vou me abrir aqui agora... passei quase toda minha vida extremamente complexada, mil neuras passando pela minha cabeça, minha infância sofri com palavras de crianças maldosas e isso levei durante toda minha vida dentro de mim e eu não conseguia me abrir com os meus pais, que sempre me amaram tanto, por vergonha, isso tinha vergonha...  e hoje eu tenho consciência e maturidade para falar sobre o assunto. Consciência pois afirmo que 50% de minha vida não deu certo por causa desses traumas que levei, pela adolescência, juventude.... Isso me tornou uma pessoa insegura, medrosa, confusa, não conseguindo acreditar que alguem podia me amar e assim me maltratei sem saber. Lógico que sendo complexada não consegui ficar com pessoas que amei, pois não tinha força para me levantar a partir do momento que levasse um NÃO! Isso me fez uma pessoa imatura, insegura para enfrentar a vida de frente mesmo... e assim nem profissionalmente consegui me realizar. A vida impôs forçosamente uma atitude minha e assim sai para trabalhar. Faculdade? não... não consegui terminar... porque um dia desmaiei e fiquei com vergonha de voltar para lá e assim abandonei... o curso da minha vida.... essa é realidade. Não tive mais condições de voltar...
Hoje sou consciente de tudo isso, tenho maturidade para falar sobre isso ... mas levo dentro de mim um pouco dessa insegurança insistente, esse não acreditar que alguém pode me amar... pois nunca consegui ficar com os homens que eu amei de verdade.... Podia ser uma mulher 100% feliz profissionalmente, mas por conta de tanta história não trabalhada, não resolvida... ainda engatinho...
Não sei se devia falar isso tudo aqui, mas deixo claro que sou feliz sim, pois sou consciente disso tudo, arrumo forças pra tudo ainda que continua caminhando contra e sou uma guerreira por conta disso tudo!
Deixo isso aqui registrado, para que vocês pais, fiquem sempre atentos aos seus filhos, aos seus problemas por menores que possam parecer, pois eles podem ser os monstros de uma vida! Façam parte sempre da vida deles, conheçam seus coleguinhas e procure conversar sempre... isso é sério!
Hoje estou realmente engatinhando, mas aprendi a me amar, mesmo não sendo amada, digo por um homem que eu amasse... mesmo sem ter concluído minha faculdade, mesmo não trabalhando dentro do que eu sonhei... porque a vida é assim.... a gente vai aprendendo a cada dia e nunca é tarde para perceber e tentar ser feliz com a sua descoberta e assim cada dia é um dia vencido, vivido e acima de tudo amado!

kisses... bye!

Eli

Um blog onde se fala de tudo...

Meu outro Blog

Meu outro Blog
Conexão Mística

Curta a minha página ELTON JOHN FOREVER!!! no Facebook

Discordância sexual ou diversidade emocional?

Discordância sexual ou diversidade emocional?
Não necessariamente nesta ordem...

Minha verdade

Photobucket O veneno da minha verdade... escorre pela minha alma como um ácido... me fazendo prisioneira dos meus sentimentos... das suas verdades... morrendo a cada dia pela incerteza de uma salvação... O veneno da minha verdade escorrendo... sempre... sempre... Dor infinita... no meu coração! Eli