Pages

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Não... não estou com a gripe do porco.. ops. gripe A


Em alguns posts passados aqui, comento da gripe do porco...rs ... que ela não me pegou, bla bla bla... bem.... levei um susto! Ante ontem comecei a ter dor de garganta, ontem passei o dia tossindo muito, mas como eu sou muito teimosa achei melhor não ir ao médico, pois afinal, não tinha febre...Hoje de manhã...acordei PÉSSIMA, falta de ar feito um porquinho mesmo rsrs...dor no corpo, tossindo mais e mais...e minha voz... bem.... não existe quase! Não teve jeito, fui ao hospital, com o maior medo do mundo, achando que ia ficar por lá, que iam  me isolar rsrs... enfim... a primeira coisa que a médica falou quando entrei no consultório foi: Você não tem a gripe A, ou seja, o porco!! ( o porco quem fala sou eu hein!)  fui examinada, estou com a garganta A-C-A-B-A-D-A...e alguns espirros aqui outros ali... resumindo a ópera do porco, estou de molho em casa, sem poder falar, sem poder ir trabalhar...medicada, mas com a certeza que o porco não venceu! Desculpem a brincadeira, sei que é muito sério isso... e recomendo a todos, qualquer sintoma que sentir, vá ao hospital, ao médico mais próximo para assim resolver logo o que tiver que ser resolvido. Não esperem... aliás como eu fiz, esperei 24 horas... só piorei!
Bem...tomar todas as precauções sempre é preciso.... agora cá estou eu de molho, sem poder falar, sem poder pegar vento... mas aliviada também. Mais tarde falo mais por aqui!

Kisses.. bye.. bye

Eli

Um blog onde se fala de tudo...

Meu outro Blog

Meu outro Blog
Conexão Mística

Curta a minha página ELTON JOHN FOREVER!!! no Facebook

Discordância sexual ou diversidade emocional?

Discordância sexual ou diversidade emocional?
Não necessariamente nesta ordem...

Minha verdade

Photobucket O veneno da minha verdade... escorre pela minha alma como um ácido... me fazendo prisioneira dos meus sentimentos... das suas verdades... morrendo a cada dia pela incerteza de uma salvação... O veneno da minha verdade escorrendo... sempre... sempre... Dor infinita... no meu coração! Eli