Pages

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Estou de TPM, que INFERNO!


Hoje não foi um dos dias melhores que eu tive. Vocês podem pensar... brigou com alguém? alguém brigou com você ou ofendeu? não, nada disso aconteceu... Acordei com vontade de ficar na cama, me vesti com vontade de ficar com a roupa que dormi. Enfim, tomei café ( a melhor parte do dia  rs) e sai com vontade de não olhar para cara de ninguém. Sai andando pela rua, com aquele frio da manhã ou melhor dizendo, de todos os dias ultimamente (que aliás está um saco esse frio!) e resolvi ligar meu MP3, assim não ouço voz de ninguém falando coisas totalmente desnecessárias para minha vida.... Bem... cheguei ao trabalho, com um minuto de atraso...rs...e fui ao banheiro para lavar as mãos(pensando nesta maldita gripe do PORCO) e ai me olho e vejo meu cabelo... AAAAAIIII... meu cabelo esta arrepiado, está levemente armado( me matei fazendo escova, chapinha ontem =/). E ai meu dia começou... me sentia com um humor péssimo... e ai comecei a pensar... poxa, por que estou tão insuportável assim? e ai de repente lembrei.... e a maldita TPM!!! Geeente... passei minha vida assim... quantos e quantos meses fico péssima, meu cabelo até meio torto ( isso mesmo... entorta) e só depois de sofrer feito uma louca... percebo: ESTOU DE TPM! Algo que só nós mulheres entendemos e sabemos o quanto sofremos nessas ocasiões. Nunca conheci um homem, que entendesse, fosse compreensivo nesses meses de TPM. Precisa ser muito mulher para entender, essa ansiedade, nervosismo do nada, depressão por causas absurdas... etc... Resumindo... a TPM é um INFERNO!!! rs... FORA TPM, sai desse corpo que não lhe pertence...rsrsrs
Kisses... bye... bye

Eli

Um blog onde se fala de tudo...

Meu outro Blog

Meu outro Blog
Conexão Mística

Curta a minha página ELTON JOHN FOREVER!!! no Facebook

Discordância sexual ou diversidade emocional?

Discordância sexual ou diversidade emocional?
Não necessariamente nesta ordem...

Minha verdade

Photobucket O veneno da minha verdade... escorre pela minha alma como um ácido... me fazendo prisioneira dos meus sentimentos... das suas verdades... morrendo a cada dia pela incerteza de uma salvação... O veneno da minha verdade escorrendo... sempre... sempre... Dor infinita... no meu coração! Eli