Pages

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Era uma vez...

Recomeçar uma nova etapa de vida, parece simples, parece ser algo banal... simplesmente decidir e pronto! começar um novo caminho, porque decidimos... não é nada simples! Recomeçar é algo que necessita transformar alguns conceitos já formados, recomeçar é o momento que devemos revolucionar nossos pensamentos, mudar um padrão de pensamento já condicionado com a forma de vida que levamos. Recomeçar é decididamente uma transformação radical, muitas vezes dolorosa e por mais que tenhamos vontade, temos que driblar a dor, rir de si mesmo e da própria dor. Muitas vezes esboçando um sorriso falso... e assim temos que romper barreiras... temos que cair no chão, chorar todas as lágrimas que temos  naquele momento... sentir que estamos lá embaixo, vivenciar, entrar num processo catártico e assim aos poucos deixar a luz da compreensão, da vivência, da sabedoria penetrar em nosso corpo, nosso coração, nossa alma. Recomeçar significa que você terá que ter uma força que desconhece, entrar decididamente no seu limite. Depois disso tudo, comece a sentir a nova vida fazendo parte do seu eu, entenda que nada será como antes, porque você jamais será a mesma pessoa, pois estará renovada e saberá como andar ou terá que aprender a caminhar em sua nova vida, mas sabendo algo que muitos desconhecem, que muitos temem... a metamorfose... e assim poderemos falar, contar sobre nossas vidas, nossos amores, nossos receios, nossas certezas, nossas inseguranças de forma segura... falando da nossa história de vida como se fosse um conto de fadas... com o direito recomeçar com "Era uma vez..."



Kisses... bye... bye


Eli

Um blog onde se fala de tudo...

Meu outro Blog

Meu outro Blog
Conexão Mística

Curta a minha página ELTON JOHN FOREVER!!! no Facebook

Discordância sexual ou diversidade emocional?

Discordância sexual ou diversidade emocional?
Não necessariamente nesta ordem...

Minha verdade

Photobucket O veneno da minha verdade... escorre pela minha alma como um ácido... me fazendo prisioneira dos meus sentimentos... das suas verdades... morrendo a cada dia pela incerteza de uma salvação... O veneno da minha verdade escorrendo... sempre... sempre... Dor infinita... no meu coração! Eli